sexta-feira, 17 de abril de 2015

10º BookCrossing Blogueiro - Ainda dá tempo de participar!


Está acontecendo na blogosfera desde ontem até o dia 23 uma Blogagem Coletiva diferente. Diferente porque ela sai do mundo virtual e mobiliza o real para divulgar uma das coisas mais ricas que possuímos: A Literatura.
A BC consiste em blogueiras e blogueiros "libertarem" um livro que não lerão mais.
Sabemos que há alguns livros que gostamos de reler, mas sabemos também, que a grande maioria fica parado num canto da estante, só pegando poeira e que não teremos o menor interesse em reler. 
Então por que não contemplar outra pessoa com esta que foi uma riqueza (ou não) para ti?

É disso que se trata o BookCrossing Blogueiro.
Blogueiros podem libertar livros em algum local público, podem fazer doações, o importante é não deixar os livros parados.
Minha participação foi um pouco diferente e em breve publicarei a minha postagem que ainda está em construção. Mas garanto que valeu muito a pena e foi gratificante, o que me incentivou a tentar participar toda vez que tiver um BookCrossing.

E aí galera da blogosfera, vamos nos mobilizar?!!


Quem quiser mais detalhes sobre o tema, procure informações com a ativista do evento Luma Rosa do blog Luz de Luma, yes party!
Bora praticar o desapego?

Mi F. Colmán

Notas: Grata pelos comentários, ainda não respondi pela correria que todos sabem. Mas não deixarei um sequer sem resposta, tenham um pouquinho de paciência comigo. rs.
Ontem escrevi para o cursinho uma redaçao que tem tudo a ver com o BookCrossing Blogueiro cujo título era O poder transformador da leitura. Breve compartilharei com vocês neste período de BookCrossing.

14 comentários:

  1. Oi Mi!

    Faz um tempinho que conheci esse movimento de libertação dos livros e achei a ideia incrivelmente boa. Há livros que não me canso de reler mas há outros que quando não troco leituras com as amigas, faço doações. Não há porquê deixar livros guardados quando sabemos que não vamos relê-los. Sem contar que estes, irão envelhecer solitários e inválidos! Só há vida nos livros enquanto lidos, não é mesmo?

    PS:Notícias...
    Amiga, continuo devagar na blogosfera porque a nossa Lina não anda nada bem. Entrou num estágio bem complicado. Mas enfim, é vida que segue com Deus no controle.

    Beijo grande!


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lu! Há quanto tempo...
      A ideia é fantástica, inclusive, eu li uma matéria que não sei onde foi, onde um carinha tinha passado na Federal estudando por livros que encontrava no lixo. Veja só! Até livros didáticos são importantes para doar. Lição para mim, que os menosprezo um pouco, hahahahaha!
      Ah, também tenho meus livros de estimação, alguns têm apenas valor sentimental e as pessoas se sentiriam ofendidas se me "livrasse" deles e tem outros que realmente eu releio. Reli três vezes As Vantagens de Ser Invisível de Chboski, não sei se já leu. Parece que toda vez que releio tem algo de novo nele. :))))
      Adorei a frase: "Só há vida nos livros enquanto lidos".
      Eu, como futura escritora, não gostaria de ter um livro meu lido apenas uma vez e esquecido num canto.

      Nossa... Sinto muito pela Lina, espero, de coração, que tudo fique bem na medida do possível.
      Força amiga!
      Deus no controle SEMPRE!
      Beijos.

      Excluir
    2. Oi Mi!

      Não eu não li o livro mas vou ver se encontro para ler, pois amo dicas de boas leituras!

      E obrigada pela força, amiga!
      Chega um momento que a gente não tem muito a fazer não mas a gente vai fazendo o que esta ao alcance e Deus certamente fará o melhor como sempre o fez.
      Volto amanha no novo post...
      Beijos e boa noite!


      Excluir
  2. Oi, querida MI!! Como está você? Dei uma desaparecida, né amiga? Mas já estou de volta, devagar. Que bonita essa sua postagem.
    Esse assunto de doar livros já pratico há muito tempo, e nunca esqueço das bibliotecas dos colégios. Um povo se faz pela sua educação, pela sua cultura.
    Olhe essa estrofe aqui do Hino do RS:

    "...Mas não basta pra ser livre
    Ser forte, aguerrido e bravo
    Povo que não tem virtude
    Acaba por ser escravo".

    Grande beijo, amiga, saudades!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Taís! \0/\0/\0/
      Amiga, confesso, fiquei preocupada com teu sumiço.
      Como ando devagar quase parando na blogosfera por conta dos estudos, tenho visto poucas atualizações dos blogueiros e blogueiras amigos (as) e tu sempre vinha aqui comentar meus posts. Cheguei a pensar que tivesse chateada por algo que tivesse escrito ou coisa parecida. Ainda bem que não. :))))))
      Você participa então do BookCrossing ou você mesma faz seu BookCrossing sem datas?
      Acho que o BookCrossing é excelente para movimentar pessoas que não têm esse hábito de doar livros, porque quem já possui o hábito, nem estipula prazos.
      Mas "vamo combinar" que a iniciativa é incrível, né?
      Lindo trecho do hino de teu Estado e é bem isso mesmo, sem educação, o povo se torna escravo.
      Beijos, que saudades de ti também! :))))
      Breve estou lá no teu bloguito, me aguarde!

      Excluir
  3. Oi Mi, como está?!
    Pra mim é sempre um prazer participar do
    BookCrossing Blogueiro!
    Eu raramente releio algum livro, então o melhor é passar pra frente!
    Bjs \o/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Clau! \0/
      Estou ótima! :))))
      Então tu não é novata como eu no BookCrossing, mas também, tu é veterana no mundo blogueiro.
      Sério que raramente tu relê? Eu releio bastante, parece que sempre a gente perde alguma coisa lendo apenas uma vez. Claro, quando o livro é interessante.
      Tem uns que não dá ânimo de chegar nem até a metade. rs.
      Beijos!!! \0/\0/

      Excluir
  4. Geralmente eu levo pra Biblioteca Pública livros assim que não serão relidos, mas é uma boa proposta este Bookcrossing .Bom Domingo!Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vana! :)))
      Pois é, eu acho super digno quem faz isto e nem precisa de datas né?
      Mas a proposta do BookCrossing é incrível.
      Bom restinho de feriado para ti.
      Beijos.

      Excluir
  5. Oi Mi
    Eu acho fantástica essa iniciativa da Luma.
    E eu já libertei alguns livros
    E no segundo semestre eu participo com todos os alunos da escola do bookcrossing kids num formato diferenciado que possa atender os pequenos
    É um projeto maravilhoso e eu participo todos os anos
    Um domingo lindo e feliz
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi amiga Gracita! :))))
      Eu também acho, fantástica.
      Você certamente como várias blogueiras deve ter feito um post sobre os livros libertos e em breve estarei te visitando (meus "breves" geralmente são os domingos, dia da semana que me proponho a desopilar um pouco).
      E me conta como é esse BookCrossing Kids? AMEI! Amei porque moro perto de uma escola e uma creche. É a Luma também que promove? Conte-me tudo. rs.
      Um restinho de feriado lindo e feliz para ti minha querida.
      Beijos.

      Excluir
  6. Oi, Mi!
    Fiquei curiosa em como será a sua participação e que bacana o tema da sua redação. O mundo seria outro se não existissem os livros. Talvez ainda estivéssemos nas cavernas! (rs*). O envolvimento da reflexão na escrita ao qual os escritores são envolvidos, assim como os pensadores ou qualquer pessoa que faça uso da escrita para atingir as massas, não deixa de ser um ato de doação. Daí o egoísmo de trancar um livro na estante é incoerente com os motivos e a finalidade que o escritor teve ao editá-lo.
    Obrigada por divulgar o BookCrossing Blogueiro!!
    Beijus,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luma! \0/
      É uma honra ter a criadora do evento aqui no meu bloguito tão novato. Obrigada pela atenção. :))))
      Ah, não fique curiosa, não teve nada demais, aliás, nem sei se será bem vista a minha participação, mas foi muito gratificante espiritualmente.
      E houve uma coincidência muito legal também que conto no post de minha participação.
      O mundo NÃO PODE existir sem livros!
      Escreveríamos nas cavernas com as artes rupestres! huahuhauahauhaua!
      Tua reflexão bate com o que eu comentei com a amiga Lu acima, como futura escritora, eu não ia ficar nada feliz se soubesse que alguém comprou ou ganhou meu livro e depois, simplesmente, jogou minha estória matando-a em um canto. Porque isso é matar os pensamentos de um autor.
      Eu ficarei agora só com os que eu releio, a ideia do BookCrossing Blogueiro para mim foi incrível, me fez ver as coisas por ângulos diferentes, inclusive do desapego.
      Seria maravilhoso se todos tivessem a tua consciência e não precisasse existir datas estipuladas para libertar livros e, acredito que haja pessoas que já façam isso, mas são poucas. E a movimentaçõa aqui na blogosfera está sendo incrível, mesmo que rapidinho eu tenho acompanhado. rs.
      Eu que agradeço pela oportunidade de participar!
      Todos ganhamos com isso!
      Beijos.

      Excluir
  7. Oi Raquel!

    Vi que você participou ano passado do Bookcrossing e gostou do projeto. Quer participar este ano novamente? Vai até dia 23, qualquer dúvida passa lá no blog. Este ano, na ausência da Luma pra organizar eu tomei a frente.

    E se participar manda o link pra mim que eu faço uma lista de participantes! ;)

    Beijinhos!

    ResponderExcluir

"Não compartilho meus pensamentos achando que vou mudar a cabeça de pessoas que pensam diferente. Compartilho meus pensamentos para mostrar às pessoas que já pensam como eu que elas não estão sozinhas". Autor desconhecido

"Ser feliz é saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um “não”. É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta". Augusto Cury

É muito bom saber que gostou da postagem e irá comentar.
A moderação de comentários está ativada e tratarei de responder apenas o necessário, se houver.
Se tiver um blog, deixe a url no final do comentário para que possa encontrá-lo.
Comentários tais como ofensas, discriminação, divulgação de sorteios, de blogs ou que não tenham a ver com o conteúdo da postagem não serão publicados. Grata.

Mi F. Colmán

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
"Enquanto eu estiver por aqui e me for possível, escrever continuará sendo a medicação mais forte e a terapia mais eficaz para a minha sobrevivência". Mi F. Colmán

Quem ri por último, Rivotril

Quem ri por último, Rivotril
Mais um Rivotril. O restinho dos ratos gritando somem. O restinho das pombas macabras somem. O restinho dos corvos somem. Todos para longe. Lá vai a mulher que assusta. Tati Bernardi.